Comunidade Indígena reivindica melhorias em Escola

Fotos: Raquel Fernandes

Nesta sexta-feira, dia 27, a comunidade indígena da Aldeia Taquaperi realizou uma manifestação pacífica na escola municipal MBO’EROY ARANDU.  Eles reivindicam uma reforma geral e a instalação urgente de um portão na escola.

De acordo com o capitão da Aldeia, Oswaldo Rodrigues, comunidade escolar corre riscos dentro da instituição de ensino. “A estrutura está muito danificada, tememos que possam acontecer acidentes. Precisamos urgente da construção de um portão na nossa escola, pois quando as aulas acabam, as crianças saem correndo. Nós estamos intensificando o nosso pedido à Prefeitura pois há alguns dias aconteceu um acidente fatal em frente à escola. Uma criança morreu atropelada e nós não podemos deixar que mais fatalidades aconteçam”, declara o capitão.

A escola conta com 557 alunos matriculados, de acordo com o diretor, Osmar.  “Está muito complicada a situação da escola, além do portão, precisamos reformar os banheiros, bebedouro, telhado, iluminação e a cozinha.  Quando chove as salas molham e todos nós ficamos com medo que o teto desabe. A prefeitura está nos atendendo muito bem na parte pedagógica de materiais, o que queremos agora é essa reforma em toda a estrutura que ainda não conseguimos”, declarou.

Diretor da escola municipal  MBO’EROY ARANDU, Osmar Marques 

A moradora Samarta disse que não quer mais mandar seu filho para escola. “Enquanto pelo menos não tiver um portão, eu não vou deixar meu filho vir a esta escola. Todos os pais estão preocupados”, afirma.

Prefeitura irá instalar o portão

A equipe de reportagem do Jornal A Gazeta conversou com o secretário municipal de Infraestrutura, Aldacir Cardinal, que apresentou o projeto de reparos que será realizado na escola. “O material do portão já foi comprado. No dia 7 de setembro nós fizemos o orçamento de tudo que tem que ser trocado e repassamos ao setor de compras.”, disse o secretário informando ainda que o material que será utilizado já foi comprado e entregue na Prefeitura nesta quinta-feira, dia 26 e que o metalúrgico já começaria a construir o portão e posteriormente fazer a instalação na escola.

Além do portão serão realizadas algumas reformas, como reparos na cozinha e a instalação de portas no banheiro.

A secretária municipal de Educação, Maria Eva, disse que há um planejamento para realizar reformas nas duas escolas da Aldeia Taquaperi. Ainda não há uma data definida para o início da obra, mas a Secretaria acredita que em janeiro de 2020 as reformas devem iniciar.

Fonte: Raquel Fernandes

Mais fotos