Gerências de Educação e Saúde de Naviraí discutem o reinício das aulas

Foto: Assessoria

Os gerentes municipais Tatiane Maria Morch (Educação) e Ronaldo Alexandre (Saúde), iniciaram na manhã desta quarta-feira (27-01) as discussões sobre o protocolo a ser adotado visando o reinício das aulas para 7.500 alunos da REME (Rede Municipal de Ensino). 

Na semana passada o assunto foi pauta da reunião do Conselho Municipal de Educação. Hoje, no diálogo com Ronaldo Alexandre, a gerente de Educação sinalizou o interesse de que o novo Comitê de Enfrentamento da Covid-19 se manifeste oficialmente, bem como outros segmentos organizados ligados direta e indiretamente à Educação. 

Ronaldo Alexandre afirmou que haverá definição de ações e providências para garantir o retorno das aulas com segurança e prevenção à pandemia. “Esta foi a primeira reunião. Teremos outras para o alinhamento com a Educação. Porém, faremos a leitura completa de como estará o comportamento da COVID-19 no período definido para o retorno. Não tem como apontarmos uma decisão agora”, analisa o gerente de Saúde.

 “Precisamos estar unidos para, juntos, focamos numa decisão que garanta o retorno gradativo das aulas presenciais, mas, sobretudo, seguindo protocolos de biossegurança. De que forma que será este retorno? A Educação não pode decidir isso sozinha, pois, existe uma série de decisões que precisam ser articuladas”, frisa Tatiane Morch. 

Para o retorno das aulas presenciais os 20 ônibus do transporte escolar deverão ser higienizados para entrada dos alunos e, atualmente, não existe recursos humanos definidos para garantir essa assepsia. “Também temos a questão do professor do Grupo de Risco, se haverá o retorno deles ou serão contratados outros professores ainda não definimos”, acrescentou a gerente de Educação ao deixar claro sua preocupação com inúmeras decisões pendentes para o início das aulas no dia 1º de março. 

Fonte: Roney Minella – Jornalista DRT/MS nº 1.432