Programa Governança, Inovação e Inteligência reuniu poderes e alguns setores de Mundo Novo para discussão de projetos futuros

Foto: Reprodução/Facebook

Na tarde da última segunda-feira (19), aconteceu uma reunião com o poder Executivo e Legislativo, juntamente com a universidade UEMS e Associação Comercial, para conhecer um projeto inovador, apresentado pelos professores da Unioeste, Douglas Roesler e José Ângelo, e pela diretora técnica do Conselho dos Lindeiros, Sandra Finkler.

Na última semana, a mesma temática foi apresentada no Paço Municipal, para um público menor, e o objetivo do segundo encontro foi ampliar para mais pessoas da sociedade ouvirem e a partir disso, pensar e enviar ideias de projetos para Mundo Novo.

A diretora técnica do Conselho dos Lindeiros citou que este é o momento de acolher as demandas de cada município, que fazem parte dos Lindeiros, pelo fato do convênio com a Itaipu (royalties) ser encerrado em 2023. Ainda apontou a importância da participação do Governo Federal e Estadual nesses projetos estruturantes. 

Rosaria Andrade, vice-prefeita do município, relatou que a “união de expressões políticas e várias camadas sociais torna mais favorecido que Mundo Novo se torne cidade grande”. 

Mundo Novo é o único do Mato Grosso do Sul que faz parte dos municípios lindeiros. Diante disso, o professor da Unioeste, Douglas Roesler, destacou que a cidade possui muitas potencialidades, em ressalto a participação ativa, inclusive das universidades. 

O presidente da Associação Comercial, Ivan Klaus, convocou os cidadãos e empresários que tenham projetos em mente para enviá-los a própria Associação Comercial ou à Câmara de Vereadores. 

Até o dia 30 de julho, os 16 municípios dos Lindeiros já terão sido contemplados com as apresentações e a partir de agosto iniciam-se as estruturações.

Fonte: Carina Yano/Semcos