Último dia do verão é marcado por chuva e danos em Amambai

Força das águas provocou alagamentos, destelhamento de edificação e queda de muros.
Foram 110 milímetros de chuva que causaram alagamentos e danos nas ruas da cidade, em Amambai. (Fotos: Vilson Nascimento e Defesa Civil)

Vilson Nascimento

O último dia do verão foi marcado por chuva forte, com registros de destelhamento, alagamentos de ruas e residências e inclusive com danos materiais provocados por queda de muro, em Amambai.

Na parte mais alta da cidade, que abrange a região das vilas, Cassiano Marcelo, Previsul, Monte Cristo e Cristina, entre a madrugada e o final da manhã dessa quarta-feira, 20 de março, choveu o equivalente a 110 milímetros.

Desses índices pluviométricos, 40 milímetros foram registrados somente em uma pancada de chuva seguida de vento ocorrida no decorrer da madruga.
No meio da manhã, devido a chuva intensa, o céu ficou tão escuro que os sistemas automáticos dos postes de iluminação pública acabaram acionados.

Um morador da Vila Cristina, bairro onde o lençol freático é alto, fez imagens de ruas alagadas e inclusive da residência de uma senhora já de idade avançada e colocou nas redes sociais, cobrando providências das autoridades.

Segundo a Defasa Civil do município, além da Vila Cristina, também foi registrado alagamento de residências na Avenida Nicolau Otaño, região da Vila Varocopa, queda de muros e danos provocados pelas chuvas no Conjunto Residencial Nhúvera e na Vila Nossa Senhora Aparecida, região da antiga hípica, a sede social de uma entidade foi destelhada com a força do vendaval da madrugada.

De acordo com o coordenador municipal da Defesa Civil em Amambai, o subtenente do Corpo de Bombeiros Wilson Vicente Ferreira, a Defesa Civil, em conjunto com o Corpo de Bombeiros e a Secretaria Municipal de Assistência Social, desenvolveram ações emergenciais com a finalidade de auxiliar as famílias impactadas pelas intempéries. Apesar dos danos provocados não houve registro de vítimas (pessoas feridas) em decorrência das chuvas.

Segundo Wilson Vicente Ferreira, em levantamentos preliminares a Defesa Civil constatou que o grande volume de chuva causou danos em várias ruas, principalmente nas ruas não pavimentadas da cidade.

No decorrer do resto da semana, em conjunto com a Secretaria Municipal de Obras Públicas, a Defesa Civil também deverá fazer um levantamento sobre possíveis danos causados nas estradas rurais do município por conta do grande volume de chuva.

Chuvas devem permanecer até sexta

De acordo com o Clima Tempo o clima deverá permanecer com previsão de chuva para Amambai e região até pelo menos esta sexta-feira, dia 22 de março.

Mais fotos