Secretaria de Saúde de MS investiga caso suspeito de coronavírus na região de fronteira com o Paraguai

Foto: Reprodução/The Slovenia News

A Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES) informou nesta quarta-feira (26) que está investigando um caso suspeito de coronavírus em Ponta Porã, na fronteira do Paraguai.

O Ministério da Saúde afirmou também nesta quarta que está comprovado o caso positivo de coronavírus na capital paulista. Este é o primeiro caso da doença no país e em toda a América Latina.

A SES disse que foi notificada na noite desta terça-feira (25), por meio do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS). Trata-se de um homem, de 24 anos, morador da região de Ponta Porã, com histórico de viagem de 14 dias na Tailândia, com voo com conexão em Pequim na ida, e Alemanha, na volta. Ele desembarcou no aeroporto de Guarulhos e foi de carro para casa.

O paciente foi atendido no hospital Regional de Ponta Porã, apresentando febre, coriza e dor de garganta. O homem está internado no isolamento da unidade com sintomas leves, e é avaliado pela equipe médica para confirmação ou descarte do caso. Amostras já foram coletadas para análise laboratorial de COVID-19, Influenza e outros vírus respiratórios.

A SES ainda informou que vem tomado diversas medidas de prevenção e monitoramento do novo coronavírus e que foi criado o Centro de Operações de Emergência (COE/MS).

Os balanços do governo federal e das secretarias estaduais ou municipais podem ter números diferentes. Eventuais divergências ocorrem porque os boletins diários do Ministério da Saúde, são informados diariamente por volta das 16h, se baseiam em informações coletadas até o meio-dia. Segundo o ministério, notificações enviadas após o meio-dia constarão no boletim do dia seguinte.

Veja os cuidados para se prevenir contra o coronavírus

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;
  • Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;
  • Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.

Como é o diagnóstico de coronavírus pelo Ministério da Saúde. — Foto: Arte/G1

Fonte: G1