Receita Federal retém em malha fina quase 13 mil declarações em MS

Esse número corresponde a 2,39% do volume de documentos entregues entre março e setembro.

Em todo o país, foram retidas mais de 1 milhão de declarações - Arquivo Correio do EstadoA Receita Federal divulgou nesta sexta-feira (23) que reteve em malha fina 12.965 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2022 em Mato Grosso do Sul.  

Esse número corresponde a 2,39% do volume de documentos entregues entre março e setembro deste ano, de 543 mil.  

Do total de declarações retidas com pendências diversas, 10.313 são de contribuintes com imposto a restituir, 2.368 com imposto a pagar e 284 com saldo zero.  

O delegado-adjunto da Receita em Campo Grande, Zumilson Custódio da Silva, explica que o contribuinte não deve procurar o órgão para tentar resolver pendências.  

“Quem teve a declaração retida não precisa procurar a Receita. Deve resolver as pendências por meio da entrega de declaração retificadora. Ele só será chamado em último caso”, reforça. 

Alguns desses contribuintes, contudo, já começaram a receber correspondência da Receita.  

Em setembro, foi encaminhada comunicação a 444 mil declarantes. O objetivo é alertar de que esse é o momento de corrigir as informações prestadas ao órgão para que a situação seja regularizada.  

Os principais motivos para retenção de declarações são omissão de rendimentos, deduções de despesas médicas e divergências entre o valor declarado pelo contribuinte e o informado pela fonte pagadora.  

Em todo o país, foram retidas mais de 1 milhão de declarações, das quais 811.782 com imposto a receber. O restante pertence a contribuintes com imposto a pagar, ou com saldo zerado.  

Malha Fina  

Quando a população envia a Declaração de Imposto de Renda, passa por uma análise dos sistemas da Receita Federal, onde são verificadas as informações que foram enviadas e são comparadas com informações fornecidas por outras entidades, que também tem que prestar informações à Receita: empresas, instituições financeiras, planos de saúde e outros.

Caso seja encontrada alguma diferença entre as informações apresentadas em relação às informações apresentadas por terceiros, a declaração será separada para uma análise mais profunda, é o que se chama de malha fiscal, ou malha fina como é popularmente conhecida.

Não é possível receber a restituição enquanto a declaração estiver em malha fina.

Saiba  

Para saber se a sua Declaração está em malha, acesse o e-CAC. Selecione a opção "Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF)" e na aba "Processamento", escolha o item "Pendências de Malha".

Lá você pode ver se sua declaração está em malha e também verificar qual é o motivo pelo qual ela foi retida.

Se a declaração está em malha porque você cometeu algum erro no preenchimento ou deixou de informar algo, pode fazer uma retificação da sua declaração, desde que ainda não tenha recebido o termo de intimação.  

Fonte: Bianka Macário/ Correio do Estado