Reajustes de 17 a 48% nos salários dos administrativos da Educação vieram no momento certo, diz sindicato

Foto: SEDCerca de oito mil servidores administrativos da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul (REE) receberam os salários de janeiro nesta semana com reajustes que vão de 17 a 48%. A categoria ainda foi contemplada com o aumento de 10% dado pelo Governo do Estado a todos os funcionários públicos.

Para a presidente do Sinfae-MS (Sindicatos dos Funcionários Administrativos de Educação de Mato Grosso do Sul), Maria Domingas Nepomuceno de Almeida, a melhoria salarial chegou no momento certo. “É nosso primeiro salário com aumento. Com muita conversa e negociação, chegamos onde queríamos. Mas vamos seguir dialogando, tratando das demandas da nossa categoria”, destacou.

A reorganização da tabela salarial dos administrativos da Educação está prevista em lei sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja em dezembro passado. A normativa reorganizou as carreiras de Apoio à Educação Básica. Ao todo, 5.898 servidores ativos e 2.278 inativos foram beneficiados com a mudança.

Maria Domingas, presidente do Sinfae. Foto: Divulgação

Pertencem ao quadro de servidores administrativos da Educação aqueles que trabalham com inspeção de alunos, secretarias, limpeza, merenda e recepção/portaria. “Nossa categoria é fundamental para o funcionamento das escolas”, completou Domingas”.

Além de melhorar os salários, a lei de reestruturação das carreiras ampliou atribuições básicas do cargo de Gestor de Atividades Educacionais, incluindo funções profissionais de psicologia, assistência social, nutrição e biblioteconomia, para atender demandas de programas suplementares à Educação Básica, de acordo com a legislação federal e com o Programa Nacional de Alimentação Escolar. 

Também foi ampliado o número de vagas para promoção funcional, adequando ao tratamento das demais carreiras visando a implantação da promoção por merecimento prevista na gestão por competência.

UEMS, aumento de 24% nos salários dos administrativos

Técnicos da Educação Superior da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) também tiveram as carreiras reorganizadas, com aumento de salário, por meio de lei sancionada no final do ano passado. Os subsídios pagos neste mês de fevereiro, referente à janeiro, também vieram com os novos valores.

Na época da aprovação da lei na Assembleia Legislativa, o reitor da Uems, Laércio Alves de Carvalho, ressaltou o “sonho realizado” pela categoria. “Os técnicos de nível superior da Uems não tinham uma carreira específica, agora vão ter sua tabela (salarial), classes e um aumento salarial, que em média é de 24%”, revelou.

Fonte: Bruno Chaves, Subcom