Programa "Diálogos Socioemocionais" é apresentado para implementação nas Redes Municipais de MS

Fotos: Divulgação/SED

Na manhã desta quinta-feira (09.09), em reunião virtual, a Secretaria de Estado de Educação (SED) realizou a apresentação do Projeto Piloto “Diálogos Socioemocionais nas Redes Municipais”, que visa levar a proposta já em prática na Rede Estadual de Ensino (REE) para 17 municípios de Mato Grosso do Sul. A iniciativa é fruto de um trabalho realizado pela Coordenadoria de Formação Continuada da SED, em parceria com o Instituto Ayrton Senna (IAS).

Implementado na REE em 2019, o Programa de Desenvolvimento de Competências Socioemocionais intitulado “Diálogos Socioemocionais”, em parceria com o IAS, foi posto em prática com o objetivo de possibilitar o desenvolvimento integral de estudantes, de forma intencional e planejada, visando o enfrentamento dos desafios das relações sociais e culturais no século XXI.

Após dois anos de sucesso, com a adesão de todas as unidades escolares da REE, o próximo passo é a implementação nas redes municipais. “Na Rede Estadual, o trabalho foi iniciado em 2019 e contou com uma grande adesão já no primeiro momento. Naquele ano, também realizamos um grande seminário internacional, que mostrou a importância dessa iniciativa. O trabalho seguiu em 2020 com diversas ações e, neste ano de 2021, todas as escolas da REE passaram a fazer parte do Programa. Agora, pensando sempre no Regime de Colaboração, nosso objetivo – ao lado do IAS – é levar essa implementação para as redes municipais”, destacou a secretária de Estado de Educação, Cecilia Motta.

Secretário Eduardo Riedel (centro), ao lado da secretária Cecilia Motta e da coordenadora da CFOR, Alessandra Beker.

Ao lado da titular da SED, esteve o secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel. Ele destacou o sucesso do trabalho realizado e a importância dos cuidados com as competências socioemocionais. “Desde 2015, quando assumimos o Governo, eu acompanhei de perto todo o trabalho realizado pela Educação. Pensando nas transformações que ocorrem na nossa sociedade, o grande objetivo é preparar nossos estudantes para o futuro e contribuir para uma situação onde a formação ocorra de forma que eles estejam preparados. O desafio é gigante e, para obter sucesso, contamos com uma política de Estado sólida e que também objetiva levar esse trabalho para todos os municípios de MS”, destacou Riedel.

Em 2021, além das escolas estaduais, o Projeto Piloto “Diálogos Socioemocionais nas Redes Municipais” estendeu o convite para que 17 municípios façam parte da iniciativa. Com isso, as ações envolverão a formação das equipes técnicas das secretarias municipais, apoio para execução das atividades definidas no Plano de Trabalho, tais como sensibilização das escolas municipais, realização de Workshops e planejamento colaborativo com cada Rede, para elaboração do programa de implementação nas escolas municipais no ano de 2022.

Vice-presidente do IAS, Roberto Campos, falou sobre o trabalho realizado pelo Instituto.

Na apresentação da proposta, o vice-presidente do Instituto Ayrton Senna, Roberto Campos, abordou os pontos trabalhados pelo Programa. “Existe uma série de estudos que avaliam o desenvolvimento socioemocional e, pensando nisso, o IAS trabalha partindo e cinco ‘macro competências’: amabilidade, engajamento com os outros, resiliência emocional, autogestão, abertura ao novo. Esses tópicos resultam em 17 competências que são trabalhadas pelo Programa”, explicou.

Assim como já realizado nas escolas da REE, a proposta tem a intenção de incentivar as redes municipais a potencializar a compreensão de que a dimensão socioemocional é essencial para a Educação Integral e, assim, atender as prioridades apontadas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e pelo Currículo de Referência de Mato Grosso do Sul.

Quadro apresentado durante a reunião virtual, com as 17 competências e as cinco "macro-competências" destacadas.

O secretário municipal de Chapadão do Sul e presidente da Undime-MS, Guerino Perius, falou sobre a parceria e o apoio que o trabalho pode oferecer para as redes municipais. “É um trabalho maravilhoso esse feito pelo IAS e nós, secretários municipais de Educação, só temos a agradecer. Vivemos tempos difíceis e a rede escolar é importante nesse momento. A escola precisa estar aberta a esses assuntos, temos as questões da retomada, da tecnologia, e não podemos deixar nenhum para trás, temos que atender a todos de forma integral. Que nós possamos continuar com essa parceria afetiva e efetiva!”, disse.

Nesta fase inicial do projeto, estiveram presentes na reunião, gestores e representantes das secretarias municipais de educação Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Ponta Porã, Sidrolândia, Naviraí, Nova Andradina, Aquidauana, Maracaju, Paranaíba, Amambai, Rio Brilhante, Coxim, Caarapó, Jardim e Chapadão do Sul.

“Mato Grosso do Sul é o primeiro Estado a fazer com que esse trabalho seja ampliado também para a implementação nas redes municipais. Se trata de uma iniciativa que já estava no nosso planejamento e que, agora, pode ser colocada em prática. Pensando no Regime de Colaboração, a ideia é levar essas políticas para as redes municipais e fortalecer ainda mais esse trabalho”, concluiu a coordenadora de Formação Continuada da SED, Alessandra Beker.

Fonte: SED