Prejuízo do agronegócio com falta de chuvas chega a R$ 47 bilhões

Estimativa de perdas considera cálculos feitos por associações de produtores e secretarias de agricultura do PR, do MS, de SC e do RS.

Foto: Camila Domingues/Palácio PiratiniA falta de chuvas e a onda de calor que atingem os estados do Sul e parte do Centro-Oeste já levaram os produtores rurais a contabilizar um prejuízo de pelo menos R$ 47 bilhões. O levantamento considera projeções feitas pelas secretarias de agricultura e associações rurais do Rio Grande do Sul, do Paraná, de Santa Catarina e do Mato Grosso do Sul.

Dados do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, estimam que os produtores de soja, milho e feijão já acumulam um prejuízo de R$ 24 bilhões, com tendência de aumento. Também são esperadas perdas em outras atividades agrícolas, entre elas batata, tabaco e frutas.

A Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado do Rio Grande do Sul calculou que os produtores já perderam R$ 19,9 bilhões. Desse total, R$ 14,5 bilhões são valores que os produtores de soja deixarão de comercializar e outros R$ 5,4 bilhões, de milho.

Em Santa Catarina, o prejuízo chega a R$ 1,5 bilhão, segundo a Secretaria de Agricultura. No Mato Grosso do Sul, os produtores de soja deixarão de ganhar R$ 1,6 bilhão, segundo levantamento da Aprosoja. 

Fonte: O Antagonista