População é que consumiu mais, diz Energisa à presidente da Câmara de Amambai

Vereadora Janete Córdoba se reuniu com representantes da concessionária nessa quarta-feira em Campo Grande e saiu insatisfeita com a posição da empresa.
A vereadora Janete Córdoba durante reunião com representantes da Energisa nessa quarta-feira (23) em Campo Grande. Concessionária alega que moradores aumentaram o consumo, consequentemente os valores cobrados nas contas de luz também aumentaram. (Fotos: Divulgação)

Vilson Nascimento

“Não tem nada de errado é a população que consumiu mais energia por causa do calor intendo principalmente nos últimos dois meses”. Essa foi a justificativa apresentada pela Energisa à presidente da Câmara Municipal de Amambai, vereadora Janete Córdoba, durante uma reunião com representantes da concessionária nessa quarta-feira, 23 de janeiro, em Campo Grande.

A vereadora entregou a empresa que tem o monopólio do fornecimento de energia em Amambai e região, um ofício em nome do Poder Legislativo cobrando da Energisa respostas para as inúmeras reclamações de munícipes em relação aos valores supostamente abusivos, cobrado pela empresa nas contas de luz.

Na ocasião, Janete repassou ao coordenador de relacionamento com poder público da Energisa em MS, Dian Cleiton de Brito e ao analista de cliente poder público, Antônio Fred Dias Pereira, vários problemas pontuais levados até a Câmara de Vereadores pelos moradores da cidade em relação a aumentos anormais em suas contas.

Na ocasião, segundo a vereadora, os representantes da Energisa “passaram a bola” para os consumidores e apresentaram planilhas, que segundo eles tem sido apresentadas a prefeitos e vereadores que procuram a empresa trazendo as mesmas demandas, onde apontariam que houve grande aumento de consumo de energia, por isso os moradores estão pagando contas em valores mais altos.

Os representantes da empresa teriam dito também que em relação a casos onde o consumir se sentir lesado, basta procurar a Energisa que uma equipe técnica será enviada para fazer vistoria.

A presidente da Câmara Municipal de Amambai não gostou da justificativa apresentada pela concessionária e informou que deverá propor uma audiência pública para que os representantes da Energisa, mais uma vez, venham a município para ouvir as demandas  e prestar esclarecimentos à população.

Uma audiência pública para tratar mais especificamente da qualidade dos serviços prestados pela Energisa à população urbana e rural do município foi realizada em novembro de 2017 em Amambai, mas de lá para poucas melhoras foram registradas.

Manifestação segunda-feira

Nessa quarta-feira (23) o prefeito de Amambai, Edinaldo Bandeira, por meio de vídeo em redes sociais, convocou a população e segmentos da sociedade amambaiense para a realização na próxima segunda-feira, dia 28 de janeiro, de um manifesto, inclusive com a elaboração de abaixo-assinado, cobrando solução às questões relacionadas aos valores elevados nas contas de luz, a oscilação e as constantes faltas de energia que vem ocorrendo na cidade e na zona rural de Amambai.

Mais fotos