Na Folha de S. Paulo, Eduardo Riedel é destacado como bom gestor e liberal

Reportagem na coluna Painel ressaltou parceria com Bolsonaro e Tereza.

Foto: AssessoriaA coluna Painel, editada pelos jornalistas Fábio Zanini, Guilherme Seto e Juliana Braga, no jornal Folha de S. Paulo, trouxe nesta quinta-feira (22), extensa reportagem sobre Eduardo Riedel (PSDB), candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul pela Coligação Trabalhando por um Novo Futuro (Número 45).

Sob a manchete “PSDB tem de ser mais de direita e liberal, diz candidato ao governo do MS”, a reportagem cita Riedel como uma peça chave nas políticas públicas desenvolvidas no Estado nos últimos oito anos.

"Temos que retomar uma agenda muito mais liberal. O PSDB tem tudo para se posicionar mais na centro-direita. Mas uma direita qualificada, de alto nível, com compromissos ambientais e sociais", afirma Riedel à Folha.

A prioridade de sua eventual gestão, afirma a reportagem, é manter o bom ambiente macroeconômico do estado. "Tivemos um investimento muito forte da industrialização. Temos a terceira menor taxa de desemprego do Brasil e alta capacidade de investimento, com nota A do Tesouro. Fizemos também reformas importantes, como a da Previdência", acrescenta o candidato.

A promessa, agora, é agregar a esse modelo a economia verde, que Riedel diz ter papel central em seu programa. "Não vemos contraponto entre desenvolvimento e meio ambiente. São áreas que têm de andar juntas", afirma.

A coluna painel mostra que Riedel é oriundo da iniciativa privada, e tem perfil técnico, após passagens pelo Sebrae e pela CNA (Confederação Nacional da Agricultura).

Os jornalistas também destacam sua parceria com o presidente Jair Bolsonaro e com a ex-ministra Tereza Cristina.

Fonte: Ludyney Moura - Assessoria de Comunicação