Multas de Lombada próxima a Cimentão serão canceladas em Amambai

Devido à grande quantidade de reclamações com relação ao funcionamento da lombada eletrônica instalada na Avenida Pedro Manvailler, próxima a loja Cimentão, a Prefeitura de Amambai, por meio do Departamento de Trânsito de Amambai (Detrat) buscou soluções junto ao Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran MS) e a empresa Perkons, responsável pela instalação e manutenção dos aparelhos no município. Ficou definido nesta sexta-feira, dia 1º, que todas as multas que foram aplicadas pelas referidas lombadas eletrônicas, de 2 de janeiro até o momento, serão canceladas.

Uma das lombadas eletrônicas estava com funcionamento irregular, devido a um defeito técnico. Apesar de cada uma ter uma numeração própria, elas estão instaladas no mesmo endereço, o que causou muitas dúvidas e reclamações nos condutores, segundo o Detrat.

O anúncio da medida foi realizado pelo Superintendente do Detrat, José Luis Karasek, para a reportagem do Jornal A Gazeta. “As crescentes reclamações fez com que buscássemos ajuda junto ao prefeito Dr. Edinaldo Luiz de Melo Bandeira, que prontamente nos atendeu. Agradecemos ao Detran e a empresa também que entendeu a situação e acatou a nossa solicitação”, comentou Karasek.

Quem já efetuou o pagamento de multas aplicadas neste período também poderá recorrer. “Se por ventura, alguém já tiver efetuado o pagamento da multa, é só vir até o Detrat que nós vamos orientar os condutores para entrarem com recursos e receber o valor de volta”, explicou.

A medida será aplicada apenas aos dois aparelhos instalados na Avenida Pedro Manvailler, próximo à Cimentão: sentido bairro/centro e centro/bairro.

Na manhã deste sábado, dia 02, os técnicos iniciaram os trabalhos de manutenção e as lombadas deverão ficar completamente desligadas até quinta ou sexta-feira da próxima semana, conforme informações do Detrat. Após o religamento dos aparelhos, terá um novo período educativo, de mais 15 dias.

“O único objetivo das lombadas é diminuir o índice de acidentes, salvar vidas. A velocidade da via é de 30 km/h e o condutor precisa respeitar este limite de velocidade. Independentemente de ter uma autoridade policial olhando ou não. Assim como o uso do cinto de segurança, por exemplo, é obrigatório em todas as circunstâncias”, enfatizou Karasek.

Fonte: Raquel Fernandes/Grupo A Gazeta