Instrutores do COPE/Agepen se capacitam em combate com espingarda calibre 12

Fotos: DivulgaçãoIntegrantes do Comando de Operações Penitenciárias (COPE) da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) foram capacitados no Curso de Combate com Espingarda calibre 12, ministrado pelo tenente-coronel de Infantaria do Exército,  Marcelo Augusto, que possui extenso currículo na área operacional.

A capacitação, realizada na última semana, visou qualificar os operacionais para o combate em vários tipos de ambiente e sob estresse, razão pela qual, aprenderam a tomar decisões rápidas e compatíveis com a crise enfrentada. Inicialmente, o curso foi ministrado, especificamente, para instrutores do COPE, que terão a missão de multiplicar a doutrina para os demais integrantes do grupo operacional.

De acordo com o comandante do COPE, Richard Dias, os interventores são os únicos operadores deste tipo de armamento no sistema prisional de Mato Grosso do Sul. "Temos uma responsabilidade e obrigação ainda maior por sermos operadores especialistas neste tipo de armamento, tendo em vista que a nossa principal atuação é a intervenção prisional e, para tanto, conhecer e dominar o armamento com suas características e dificuldade, sob forte estresse psicológico, é o pilar para a prestação de um serviço eficiente e preciso", destacou.

Ao todo, foram qualificados 12 integrantes do COPE no Curso de Combate com Espingarda calibre 12, que também contou com a participação de dois agentes federais de execução penal do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Instituído oficialmente na estrutura da Agepen desde dezembro de 2017, o Comando de Operações Penitenciárias representa força de reação da instituição, com servidores altamente treinados para o desenvolvimento de ações de intervenções em unidades penais do Estado.

Fonte: Keila Oliveira, Agepen