Homem é morto por atiradores em frente à escola na fronteira

Local onde homem foi morto a tiros por atiradoresnesta manhã em Ponta Porã (Foto: Direto das Ruas)

O banho de sangue continua na fronteira. Na manhã desta segunda-feira (9), Alberto José Koehler foi executado a tiros em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. Junto com a vizinha Pedro Juan Caballero, a cidade forma o trecho mais violento da fronteira entre Brasil e Paraguai. O número de assassinatos nos dois lados da Linha Internacional passa de uma centena em 2019.
De acordo com as primeiras informações apuradas pela polícia, Alberto foi morto na Rua Presidente Vargas, em frente a uma escola infantil particular. Ele teria descido de sua caminhonete quando foi alvejado pelo atirador.

O atirador estava em um Honda Civic. Testemunhas afirmam que ele desceu do carro, se aproximou e matou Alberto a tiros no meio da rua. Depois entrou no carro e fugiu. O criminoso usava roupa clara e tem entre 28 e 30 anos, segundo informações obtidas pela polícia.

Conhecido como Beto, o homem executado nesta manhã seria dono de um condomínio fechado em Ponta Porã.

Fonte: Helio de Freitas / Campo Grande News