Festival Paralímpico 2019 acontecerá em 70 cidades no país e reunirá 15 mil pessoas no dia 21

Foto: Assessoria

Em 21 de setembro acontecerá a segunda edição do Festival Paralímpico, em comemoração ao Dia do Atleta Paralímpico, celebrado no dia seguinte (22 de setembro). O megaevento promovido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) estará em 70 cidades em todos os estados do país e no Distrito Federal e em Mato Grosso do Sul o Festival acontece em Campo Grande e Dourados.


Cerca de 15 mil pessoas, sendo 11 mil crianças, com faixa etária de 10 a 17 anos irão experimentar do esporte adaptado.

A programação oferecerá três modalidades por sede, com duração de 3h - das 8h30 às 11h30. A intenção é de mobilizar pessoas com deficiência em todo o território brasileiro por meio das atividades.

A organização do Festival nas sedes é feita pela coordenação de desporto escolar do CPB. Profissionais de Educação Física e voluntários conduzirão a programação. Entre os esportes disponíveis estarão: atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalball, judô, parabadminton, parataekwondo, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado.

Na primeira edição, realizada em 2018, mais de 10 mil pessoas estiveram envolvidas nas ações do Festival Paralímpico, sendo cerca de 7 mil, crianças. Só o Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, recebeu 500 delas.

Confira abaixo a relação completa das sedes do evento. A participação é livre e gratuita para as crianças, com ou sem deficiência. Dúvidas poderão ser esclarecidas por meio do e-mail simpaticoparalí[email protected]

Sedes do Evento:

Acre – Rio Branco

Alagoas – Maceió

Amapá – Macapá

Amazonas – Manaus

Bahia – Salvador, Vera Cruz

Ceará – Fortaleza

Espírito Santo – Vitória, Colatina, Cachoeiro de Itapemirim

Distrito Federal – Brasília

Goiás – Goiânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia

Maranhão – São Luis

Minas Gerais – Belo Horizonte, Varginha, Uberlândia, Betim, Contagem, Ipatinga, Lavras, Poços de Caldas, Três Corações, Uberaba.

Mato Grosso do Sul – Campo Grande, Dourados

Mato Grosso – Cuiabá

Pará – Belém, Marabá, Paraupébas

Paraíba – João Pessoa, Campina Grande

Pernambuco – Recife

Paraná – Curitiba, Cascavel, Maringá, Pontal do Paraná

Piauí – Teresina

Rio de Janeiro – Vasco da Gama

Rio Grande do Norte – Natal

Rio Grande do Sul – Santo Ângelo, Gravataí, Santa Cruz do Sul, Rio Grande

Rondônia – Porto Velho

Roraima – Boa Vista

Santa Catarina – Itajaí, Joinville, Lajes, Florianópolis, Maravilha

Sergipe – São Cristóvão

São Paulo – Rio Preto, Suzano, Itu, São Paulo, Caieiras, Santa Bárbara D’Oeste, Bauru, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Ubatuba, Mogi Guaçu, Barretos, Taubaté, Guarulhos, São José dos Campos e Dracena

Tocantins – Palmas

Fonte: Vanessa Ayala – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) com informações da Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB)