Com menos gente celebrando Páscoa, data deve movimentar R$ 218 milhões em MS

Pesquisa de intenção de compras indica queda de 39% em gastos com presentes, se comparado com o último ano

Coelhinho da Páscoa exposto em vitrine de loja na Capital (Foto: Arquivo/Campo Grande News)A Páscoa em Mato Grosso do Sul será menos recheada neste ano, com menos gente gastando dinheiro com presentes e celebração da data, que no calendário religioso cristão comemora a ressurreição de Jesus Cristo no terceiro dia após sua crucificação.

De acordo com a pesquisa de intenção de consumo, realizada pelo IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio MS) e Sebrae, divulgada nesta terça-feira (22), a data comemorativa deve movimentar R$ 218 milhões no Estado.

Desse total, R$ 101,14 milhões serão destinados à compra de presentes, valor 39% menor que em 2021, enquanto as comemorações devem somar R$ 117,51 milhões, queda de 26% comparado ao último ano. O valor médio dos presentes será de R$ 125,85 e para celebrar a data as pessoas que irão comemorar pretendem gastar, em média, R$ 183,12.

Mulheres observam vitrine de Páscoa (Foto: Arquivo/Campo Grande News)Mulheres observam vitrine de Páscoa (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

“A queda se deve ao momento econômico que vivemos, considerando a inflação e taxa de juros que fazem com que o consumidor perca seu poder de compra. Ainda assim é uma data muito importante, considerando que mais da metade da população deve ir às compras”, considera o presidente da Fecomércio MS e do IPF-MS, Edison Araújo.

A pesquisa mostrou que 54,1% pretendem presentear nessa Páscoa e 43,2% comemorarão a data. Sobre as compras, a principal opção de presente são os ovos de páscoa, apontados por 53% das pessoas que participaram da pesquisa, seguidos dos bombons (18%), ovos caseiros (9%) e  barra de chocolate (8%).

Filhos e conjugues serão os principais presenteados, em seguida vêm os sobrinhos, pais e a própria pessoa. 85,3% das pessoas pretende comprar em lojas físicas e pagando à vista com descontos. Ao todo, mais de 45% comprarão mais que três presentes de Páscoa neste ano.

Ovos de Páscoa são preferência para maioria que irá presentear alguém nesta Páscoa (Foto: Arquivo/Kisie Ainoã)Ovos de Páscoa são preferência para maioria que irá presentear alguém nesta Páscoa (Foto: Arquivo/Kisie Ainoã)

“É importante que o empresário esteja atento aos fatores que mais contam na definição de compra. Quase 80% querem desconto para pagamento à vista e o segundo fator mais importante é o atendimento”, diz a economista do IPF, Regiane Dedé de Oliveira.

Entre as pessoas que irão celebrar a Páscoa,  78% delas pretendem se reunir com familiares e amigos em casa, e a maioria vai consumir peixe, como é de costume. Apenas 14,7% não devem consumir pescados. Entre os peixes, o pintado e o pacu lideram a preferência, seguidos pela Tilápia.

A pesquisa foi realizada entre 10 de fevereiro e 1º de março com 1.686 consumidores das cidades de Campo Grande, Dourados, Corumbá, Ladário, Bonito, Coxim, Três Lagoas e Ponta Porã. Para conferir a pesquisa na íntegra, clique aqui.

Fonte: Ana Oshiro / Campo Grande News