Com 1.097 novos postos de trabalho, MS tem melhor maio em 6 anos

Construção civil fechou o mês de maio com 71 vagas de emprego em MS (Foto: Kísie Ainoã)

Mato Grosso do Sul registrou a criação de 1.097 vagas de trabalho formal em maio, de acordo com o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgado nesta quinta-feira (27) pela Secretaria do Trabalho, vinculada ao Ministério da Economia. Este o melhor resultado para o mês nos últimos seis anos no Estado.

Conforme o levantamento, foram contratados durante o quinto mês do ano 20.093 trabalhadores enquanto 19.996 tiveram seus vínculos rescindidos. O setor que mais contribui positivamente foi o de Serviços com 752 vagas de saldo.

Também tiveram índices positivos foram a Indústria de Transformação (213), Construção Civil (71), Agropecuária (68), Serviço Industrial de Utilidade Pública (43), Extrativa Mineral (5) e Administração Pública (2). O Comércio foi o único setor que terminou com saldo negativo de vagas, 57 ao todo.

No acumulado do ano, o Estado chega a 14.659 vagas preenchidas (114.799 contratações e 100.140 desligamentos). Já nos últimos 12 meses o número é de 4.706 postos formais de trabalho (244.887 contratações e 240.181 desligamentos).

Campo Grande completou maio com saldo de 276 vagas a mais de trabalho, com 8.117 admissões e 7.841 demissões. Do primeiro ao quinto mês do ano são 2.020 postos (40.749 contratações e 70.729 desligamentos). No acumulado dos últimos 12 meses são 2.777 vagas preenchidas, com 96.157 trabalhadores contratados formalmente e 93.380 rescisões.

Segundo o Caged, também aparecem com saldo positivo na geração de empregos em maio os municípios de Amambai (13), Aquidauana (5), Corumbá (52), Dourados (186), Naviraí (71), Nova Andradina (34), Ponta Porã (12), Rio Brilhante (14), Sidrolândia (44) e Sidrolândia (67). Coxim registrou saldo de zero. Terminaram o mês com saldo negativo Maracaju (-15) e Paranaíba (-83).

Fonte: Campo Grande News