Agraer segue com o Programa de Erva-Mate – Segunda etapa da entrega de mudas no Sul do Estado

Fotos: Divulgação

A segunda etapa da entrega de mudas do “Programa Erva-Mate”, teve início no dia 22/07/2020, onde os municípios de Laguna Carapã, Coronel Sapucaia, Japorã, Paranhos e Iguatemi, receberam do fornecedor contratado pela Agraer para atender os produtores rurais. A quantidade de mudas de erva-mate, por município foi: Laguna Carapã: 16.760 mudas, para atender 7 produtores; Coronel Sapucaia: 11.900 mudas, para atender 5 produtores rurais; Japorã: 12.000 mudas, para atender 5 produtores; Paranhos: 14.280 mudas, para atender 6 produtores; Iguatemi: 12.900 mudas, para atender 5 produtores.

Já no dia 29/07, outros municípios participantes do Programa, receberam as mudas de erva-mate: Antônio João: 17.000 mudas, para atender 10 produtores; Aral Moreira: 5.100 mudas, para atender 3 produtores.

Nessa segunda etapa, no total, foram entregues pela Agraer 123.940 mudas de erva-mate, sendo que 61 produtores rurais foram beneficiados.

É importante frisar que cada produtor irá receber em torno de 2.380 mudas, mas devido a questões agronômicas, o técnico da Agraer que atende o agricultor beneficiário do Programa nos municípios citados, faz a orientação técnica do melhor momento do plantio das mudas, considerando a realidade de cada propriedade.

A terceira etapa de entregas de mudas de erva-mate está prevista para ocorrer nos meses de setembro e outubro de 2020, que irá atender 51 produtores rurais, dessa forma, finalizando a etapa de entregas de mudas, atendendo 210 agricultores no total.

O “Programa Erva-Mate”, terá continuidade com os técnicos responsáveis acompanhando os produtores rurais, também durante o desenvolvimento dos ervais, orientando técnicas de poda, adubação de cobertura entre outros tratos culturais, até chegar a primeira colheita, que tem previsão de ocorrer em três (3) anos.

A empolgação é tão grande que o produtor Nelson Schneider, participante do Programa no município de Aral Moreira, que possui um pequeno erval já formado em sua propriedade e com o apoio da Agraer, irá plantar mais um (1,0) hectare da cultura, sendo que, já pensando no futuro próximo, construiu um Barbaquá com a finalidade de processar os galhos de erva-mate, que consiste em "sapecar" (expor a altas temperaturas em curto espaço de tempo) os galhos, a fim de retirar umidade das folhas, dando um aroma e sabor diferenciado semelhante a uma defumação, desta maneira, após o primeiro processamento, possa triturar e produzir a erva-mate “cancheada” para utilização com o tradicional Tereré, consequentemente, gerando um maior valor agregado de sua produção agrícola.

“O Programa da Erva-Mate tem uma relevância econômica, social e cultural para Mato Grosso do Sul. Atualmente importamos grande parte da erva-mate consumida no Estado. Com esse trabalho pretendemos aumentar a produção local. A Agraer pretende, inclusive, incrementar esse Programa no futuro”, comentou o Diretor-Presidente André Nogueira.

Fonte: Antonio Carlos Peixoto - Coordenador Regional da Agraer de Ponta Porã

Colaborador: Fernando Nascimento – Diretor Executivo da Agraer

Mais fotos