Adolescentes confessam assassinato e afirmam terem abusado do cadáver

Policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) apreenderam dois adolescentes de 15 e 16 anos, na tarde desse sábado (8), suspeitos de matar o jovem Jose Carlos Amarilha de 22 anos. Após a morte, os adolescentes ainda estupraram a vítima.

O crime aconteceu em uma plantação de milho próximo de Aral Moreira, município 364 km distante de Campo Grande. Ambos foram encaminhados para a delegacia e confessaram o crime, mas o motivo do crime ainda não foi revelado. Aos policiais, segundo apurado pelo portal Porã News, os jovens relataram que mataram a vítima com um pedaço de madeira e uma barra de ferro e logo após fizeram o ato sexual.

O delegado responsável pelo caso, Eduardo Ferreira de Oliveira, pedirá a internação da dupla.

Crime- O corpo de José Carlos foi encontrado na manhã de sexta-feira (7), em uma plantação de milho, com marcas de pauladas e sinais de abuso, por populares por volta das 11h57. Equipes das Polícias Militar e Civil foram acionadas e estiveram no local.

Ainda conforme o site, a vítima foi vista na noite de quinta (6), por volta das 22h, na companhia de duas pessoas. O trio estava na mesma região onde o corpo foi encontrado. O homicídio teria acontecido logo no início da madrugada.



Fonte: CG News